Incompreendidos, mas apaixonados por corrida

Vale a pena repassar….

Por Prof. Nelson Evêncio

Imagem

 

Chego bem cedo no parque e muitos deles já estão correndo. Alguns fogem e correm na hora do almoço ou no horário que sobra. Outros muitos correm à noite, mesmo após um dia de trabalho intenso. São incompreendidos, mas apaixonados por corrida!

Aos sábados, domingos e feriados poderiam ficar mais tempo na cama, mas acordam cedo. Muitas vezes contrariados pelas esposas, maridos, namorados, parentes e etc. Viajam para descansar? Não. Quase sempre é para fazer alguma corrida. Correm com sol, chuva ou até mesmo com frio. São incompreendidos, mas apaixonados por corrida.

O médico disse que a moça já passou da idade de correr, mas ela insiste. Já não compra mais sapatos como comprava em outra fase da vida, mas tem tantos pares de tênis que mais parece uma centopeia. Investe dinheiro em equipamentos, treinador, inscrição em provas, viagens, nutricionista, fisioterapia e etc. Corre rápido? A maioria das vezes não. Ganha ou já ganhou alguma corrida ou algum dinheiro com a corrida? Não. Então por que corre? Corre porque é apaixonada por corrida.

Eu compreendo e procuro perdoar quem não compreende os apaixonados. Paixão é mesmo uma coisa complicada e difícil de se entender. Muitas vezes você se doa ao máximo, as pessoas que estão de fora percebem, sabem que você não está sendo correspondido e te aconselham a cair fora da situação. Mas no caso da corrida, é uma paixão que incrivelmente te retribui com um monte de coisas boas. É uma paixão muito incompreendida, porém muito correspondida.

Quem corre, desde que bem orientado, tem mais saúde. Tem mais disposição para o trabalho, tem um coração mais saudável e uma mente bem mais oxigenada. Quem corre tem mais amigos, mais oportunidades profissionais ou pessoais, mais experiência em lidar com as pressões, maior facilidade em se relacionar com outras pessoas e maior capacidade de lidar com as adversidades da vida.

Quem vai ao parque, às ruas, praças ou às provas correr, cada vez mais encontra os seus iguais. Bate papo durante a corrida. Pensa na vida. Discute os problemas pessoais e problemas do mundo. Sua, sorri e às vezes sofre. Não vê a hora de correr, mas na maioria das vezes quer terminar o treino ou a prova no menor tempo possível. Minutos depois, já quer correr novamente.

Alguns querem ir cada vez mais longe mais rápido, mais longe ou mais rápido. Outros não estão muito preocupados se estão indo mais longe ou mais rápido. O que importa é que estão indo e correndo.

Quem corre quer cada vez mais se doar a esta paixão, pois sabe que quanto mais se doa, mas ela retribui. Sabe que, por mais que tente explicar, continuará incompreendido por muita gente. Mas mesmo assim, segue correndo, pois apesar de incompreendido, a cada dia que passa fica mais apaixonado por corrida.

Confesso que sou mais um dos incompreendidos, mas apaixonado por corrida. E você?

 

Prof. Nelson Evêncio –Consultor Webrun da seção Dicas de Treinamento. Pós-Graduado em Treinamento Desportivo (CREF n.o 016048-SP), IAAF Nível 3 – CBAT n.o 525. Sócio-fundador e atual presidente da ATC (Associação de Treinadores de Corrida) e Titular da Nelson Evêncio Assessoria Esportiva.

Anúncios
Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: