Oração do dia :)

Imagem

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Incompreendidos, mas apaixonados por corrida

Vale a pena repassar….

Por Prof. Nelson Evêncio

Imagem

 

Chego bem cedo no parque e muitos deles já estão correndo. Alguns fogem e correm na hora do almoço ou no horário que sobra. Outros muitos correm à noite, mesmo após um dia de trabalho intenso. São incompreendidos, mas apaixonados por corrida!

Aos sábados, domingos e feriados poderiam ficar mais tempo na cama, mas acordam cedo. Muitas vezes contrariados pelas esposas, maridos, namorados, parentes e etc. Viajam para descansar? Não. Quase sempre é para fazer alguma corrida. Correm com sol, chuva ou até mesmo com frio. São incompreendidos, mas apaixonados por corrida.

O médico disse que a moça já passou da idade de correr, mas ela insiste. Já não compra mais sapatos como comprava em outra fase da vida, mas tem tantos pares de tênis que mais parece uma centopeia. Investe dinheiro em equipamentos, treinador, inscrição em provas, viagens, nutricionista, fisioterapia e etc. Corre rápido? A maioria das vezes não. Ganha ou já ganhou alguma corrida ou algum dinheiro com a corrida? Não. Então por que corre? Corre porque é apaixonada por corrida.

Eu compreendo e procuro perdoar quem não compreende os apaixonados. Paixão é mesmo uma coisa complicada e difícil de se entender. Muitas vezes você se doa ao máximo, as pessoas que estão de fora percebem, sabem que você não está sendo correspondido e te aconselham a cair fora da situação. Mas no caso da corrida, é uma paixão que incrivelmente te retribui com um monte de coisas boas. É uma paixão muito incompreendida, porém muito correspondida.

Quem corre, desde que bem orientado, tem mais saúde. Tem mais disposição para o trabalho, tem um coração mais saudável e uma mente bem mais oxigenada. Quem corre tem mais amigos, mais oportunidades profissionais ou pessoais, mais experiência em lidar com as pressões, maior facilidade em se relacionar com outras pessoas e maior capacidade de lidar com as adversidades da vida.

Quem vai ao parque, às ruas, praças ou às provas correr, cada vez mais encontra os seus iguais. Bate papo durante a corrida. Pensa na vida. Discute os problemas pessoais e problemas do mundo. Sua, sorri e às vezes sofre. Não vê a hora de correr, mas na maioria das vezes quer terminar o treino ou a prova no menor tempo possível. Minutos depois, já quer correr novamente.

Alguns querem ir cada vez mais longe mais rápido, mais longe ou mais rápido. Outros não estão muito preocupados se estão indo mais longe ou mais rápido. O que importa é que estão indo e correndo.

Quem corre quer cada vez mais se doar a esta paixão, pois sabe que quanto mais se doa, mas ela retribui. Sabe que, por mais que tente explicar, continuará incompreendido por muita gente. Mas mesmo assim, segue correndo, pois apesar de incompreendido, a cada dia que passa fica mais apaixonado por corrida.

Confesso que sou mais um dos incompreendidos, mas apaixonado por corrida. E você?

 

Prof. Nelson Evêncio –Consultor Webrun da seção Dicas de Treinamento. Pós-Graduado em Treinamento Desportivo (CREF n.o 016048-SP), IAAF Nível 3 – CBAT n.o 525. Sócio-fundador e atual presidente da ATC (Associação de Treinadores de Corrida) e Titular da Nelson Evêncio Assessoria Esportiva.

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

STOP!!

Imagem

Sofri um mini acidente praticando mergulho com cilindro há um mês e tive lacerações nas mãos. Achei que seria algo relativamente fácil de cicatrizar, portanto nunca imaginei que ficaria mais que uma semana longe das pistas. Ledo engano.

Vinte dias lutando contra infecções, reações alérgicas aos remédios e um desenrolar lento e torturante.  Mais dez dias esperando o corpo realizar a finalização e ainda estou aqui…de molho.

Nesse tempo pude constatar os efeitos que esse esporte me proporciona e o quanto ele passou a fazer parte de mim.  Com as corridas meus dias são mais felizes, minha disposição é fantástica, meu ritmo de trabalho é frenético, meu sorriso é mais aberto, minhas emoções são ainda mais equilibradas, minha mente é mega UP e meu corpo responde automaticamente.

Me sinto péssima sem correr. Acordava cedinho, no horário que eu costumava levantar, e sentia um grande pesar. A endorfina vai, a disposição cai, a irritabilidade chega, o corpo fica lento e a mente menos ocupada. #Trash

Socorro! Quero minha vida de volta rsrs!

Bom, na reta final, já me sinto mais animadinha. Mal posso esperar para voltar. Pena ter que recomeçar devagar, mas o importante é nunca parar!

Deus tem me dado paciência e mtoooooo amor e carinho. Pude , mais uma vez, sentir o cuidado de Deus em cada detalhe da minha vida, como só um Pai maravilhoso  pode fazer.

É isso gente…saudade das pistas, dos amigos que passei a amar, dos treinos e da minha rotina de vida gostosa.

Até já já!!!

Categorias: Uncategorized | 3 Comentários

Treino Com Ladeiras

Imagem

Gente, meu primeiro treino com ladeiras me deixou com dores no joelho por mais de uma semana. Mas agora, com um pouco mais de fortalecimento muscular, já não sinto tantas dores e reconheço os benefícios desse tipo de treino.

Além dos exercícios de core (já comentado aqui), dos exercícios de velocidade e dos treinos longos para aumentar a resistência, os exercícios de ladeira são muito saudáveis também.  Eles fortalecem a musculatura das coxas, quadris e pernas, além de aumentar a resistência aeróbia.

Por conta das dores, pesquisei sobre as lesões causadas nesse treino e descobri que não são as subidas que oferecem riscos, ao contrário, elas fortalecem. São as descidas que agridem mais, pois possuem maior impacto, tendendo a aumentar a velocidade. Daí é BEM IMPORTANTE que a gente SEGURE a descida. Nada de aproveitar para descer rápido. A descida é um momento para deixar o corpo cair sozinho, reduzir a velocidade e descansar. Aproveite!

Imagem

Meu primeiro treino teve 2Km de ladeira + piso plano (1Km de ladeira e 1Km de plano). São 5 andares de um estacionamento. Nosso treinador não dá moleza , não pode ser apenas uma subidinha…no mínimo 2x. Affe!!!

Tive meu terceiro treino de ladeira e já não foi tão ruim. É uma delícia perceber o corpo suportando melhor os desafios, não é?

Imagem

*Vista na parte superior do estacionamento na primeira subida. Recompensador né?

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Em solidariedade aos amigos corredores de Boston

Imagem

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Meia Maratona De Fortaleza

Imagem

Antes de qualquer coisa, para não ouvir nenhuma piadinha, preciso dizer que neste dia  as nuvens decidiram desaparecer e o sol resolveu mostrar sua capacidade máxima … potência total!!  O calor vinha forte sobre o corpo e parecia ser rebatido pelo  asfalto – desce&sobe . Na minha concepção, parecia que eu estava tentando correr em pleno meio dia!!  Aiii…exagerei né?rsrs

Mas tava sério mesmo rsrs.

Eu ia correr 10KM, mas passei mal aos 5Km. Estava COMPLETAMENTE sem forças para prosseguir. Aqui ficou ainda mais óbvio aquilo que eu já havia lido N vezes: a semana anterior a sua prova precisa ser bem dormida, é necessário também estar bem hidratada e alimentada.

Fiz TUDO errado, gente! Madruguei alguns dias pelo excesso de trabalho, não consegui repor o sono, não me hidratei bem e ainda comi uma comidinha não recomendável na noite anterior, o que me obrigou a  fazer algumas visitas ao banheiro rs. Um desastre! O resultado foi uma vista embaçada, suor frio e um “quase puft” no chão.

Decidi parar respeitando meus limites e evitar uma vergonha ainda maior rs. Pelo menos havia garantido a medalha dos 5Km. Já era alguma coisa rsrs.

Imagem

 Depois de me hidratar e me alimentar, permanecemos no Marina Park Hotel para  fazer uma festa na chegada dos amigos SUPER MEGA ULTRA campeões que correram 21Km naquele sol escaldante. Pra mim é como se eles tivessem corrido a maratona do Saara ou do deserto de Atacama. Dizem os profissionais que “quem corre 21Km no sol do Ceará, corre qualquer meia maratona do Brasil”.  Não duvido naum hein?

Nem vou descrever o percurso, pois o grupo dos 21Km vai dividir  a experiência deles aqui e, provavelmente, vai explicar direitinho os grandes obstáculos dessa corrida, que além do sol, tinha inúmeras ladeiras.

Então gente, não cometam os mesmos erros. Não é por que vc evoluiu e melhorou o condicionamento que vc vai conseguir correr sem os cuidados necessários. As horinhas de sono, muita água e carboidratos antes da corrida são FUNDAMENTAIS!

155645_567141129987066_5424933_n

Categorias: Corridas, Uncategorized | 2 Comentários

PLAYLIST

Imagem

Gente, hoje o post é daquela que tanto me estimulou inicialmente – Anne!!!!

Com muita disposição  ela  me deu dicas valiosas de como correr. Foi minha companheira nos meus primeiros 5Km,  primeira corrida e primeira medalha!!! Não tem como…ela cativou um lugar especial no meu coração 🙂

Adorei o post e sua playlist! Confere aí!

“Falar sobre música é algo delicado, pois cada um tem o seu gosto musical, que vai variando de acordo com o ritmo, gênero, artista… Mas, quando a questão é música para corrida, o assunto chega até ser conversado de forma agradável. Isso porque, um som para os treinos são qualificados como vibrantes, estimulantes e que nos acompanhe até o final do treino, o que acaba entrando no censo comum de muitos.

Vale ressaltar, que há treinos em que a música é dispensada. Por exemplo, quando ocorre na praia. Nada pode substituir o som do mar. Devemos mesmo é aproveitar essa bela trilha sonora e os instantes de introspecção. Outro momento em que o aparelho eletrônico “sai de cena” é quando a concentração é requerida de forma precisa, o que acontece quando temos que correr com uma cadencia de ritmo igual durante todo o treino e a variação musical pode acabar atrapalhando.

Voltando para a nossa playlist, eu separei umas músicas para treinos de uma hora. Há umas antigas, outras atuais e talvez, você encontre alguma que nunca tenham ouvido. Escute e se imagine na rua dando aquelas passadas que tanto gosta. Se casar as duas coisas, pode baixar que será sucesso!

Prometo depois, fazer uma seleção com músicas brasileiras e outra com músicas gospel. Espero que gostem! Bom treino e até a próxima postagem!”

Locked out of heaven – Bruno Mars
Anna Sun – Walk The Moon
Can’t Stop – red Hot Chili Peppers
Let’s Go – Calvin Harris
Gonna Fly Now – Bill Canti
Rolling in The Deep – Adele
Titanium – David Guetta
Charles Brown – Cold Play
Moves Like Jagger – Maroon 5 Feat. Christina Aguilera
Use Somebody – King Of Leon
Lisztomania – Phoenix
The Script – Hall Of Fame Feat. William
Closer – Ne-Yo
Let Me Love You – Ne-Yo
Next To Me – Emeli Sandé
Back In Black – AcC/DC
Girl On Fire – Alicia Keys

Anne Ellen Ferreira
(Corre e não abre mão do seu Ipod)

Imagem

Categorias: Uncategorized | 5 Comentários

Trabalhando o CORE!

Imagem

Hoje nosso treino incluiu exercícios de core! Depois de correr alguns quilômetros, tínhamos que nos apressar em fazer abdominais e exercícios de equilíbrio. Depois, mais corrida e mais treino de core. Adorei esse revezamento da Move Assessoria!

Para quem não sabe, core é o grupo de músculos que compõem o abdômen. Exercitá-lo ajuda a fortalecer também a coluna e previne lesões.  Além disso, ajuda a manter a postura.

Mas vamos entender exatamente o que é o core e os benefícios de treiná-lo. Nas minhas pesquisas gostei muito dessa matéria da revista saúde, que tem propriedade para falar sobre o assunto, então, lá vai:

Imagem

“O treinamento funcional de core trata-se de uma seleção de exercícios focados em desenvolver e fortificar os 29 músculos que se estendem da porção logo abaixo do peito até a base da cintura. O core — termo inglês que significa centro ou miolo — é dividido, na verdade, em dois grupos: do primeiro fazem parte os músculos mais profundos, os locais, cuja função é manter a estabilidade da coluna lombar. O segundo é composto dos músculos globais, que ficam mais na superfície e são responsáveis pela flexibilidade da região — aqui entram inclusive os gomos da barriga tanquinho.

“Na área abdominal se convergem os movimentos de todo o corpo”, explica o educador físico Mauro Guiselini, professor das Faculdades Metropolitanas Unidas, em São Paulo. “O treinamento funcional visa justamente acionar esse conjunto de músculos, o que é importante para garantir uma boa postura e uma coluna saudável.”

O conceito do treinamento funcional é trabalhar todo santo músculo da região de forma integrada. Com o core bem treinado e condicionado, o corpo inteiro fica mais coordenado e isso culmina em um menor risco de lesões, principalmente na coluna.


Os exercícios centrados nesse panteão de músculos corrigem pequenas desproporções entre eles — algo que dá as caras em todas as pessoas. O resultado dessa reparação é extremamente útil às nossas costas. Os treinos funcionais previnem e atenuam dores ali, que, na maioria das vezes, são decorrentes do desequilíbrio entre as forças musculares do tronco e da região pélvica. É essa falta de harmonia que promove um círculo vicioso de má postura e dor.

Há uma gama de exercícios dirigidos ao core. “Muita gente pensa que os treinos são feitos apenas com o corpo deitado, mas as atividades também devem ser realizadas em pé, já que é nessa posição que permanecemos boa parte do dia”, esclarece Menache. A intensidade e a dificuldade variam de acordo com o estágio em que a pessoa se encontra. Os iniciantes começam, de fato, com movimentos sobre uma base imóvel, como o chão. Entre os exercícios indicados nesse período estão o agachamento e as rotações de tronco”.

http://saude.abril.com.br/edicoes/0337/corpo/por-que-trabalhar-o-core-628491.shtml?pag=1

Bom saber, né minha gente?! Tudo que pudermos fazer para fortalecer o corpo e evitar lesões, vale a pena!

🙂

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Projeto Carol Buffara

Imagem

Quem é Carol Buffara?! Ou melhor, de quem é essa barriguinha meu Deus!!??

Quem pratica exercícios ou busca ter um modelo de vida saudável, precisa conhecê-la! Carol é uma carioca, empresária, blogueira, amante de esportes  e que mudou seu estilo de vida, adotando uma alimentação  saudável, reduzindo o nível de gordura do corpo. E olha que resultado!!

Mais do que sua conquista pessoal, Carol decidiu compartilhar sua evolução, treinos, alimentação e rotina diária. Através do Instagram (@carolbuffara), acabou ganhando milhares de pessoas interessadas em suas dicas e tendo seu modelo como incentivo. O sucesso foi tanto que Carol bombou com o #projetocarolbuffara. Esse link tem tantos seguidores quanto a própria Carol. Do que se trata? As pessoas que seguem a Carol e que lutam por algum objetivo em relação ao corpo, postam fotos da sua rotina de exercícios com essa  hashtag (#projetocarolbuffara) no Insta. Diariamente a Carol escolhe 4 fotos para fazer uma espécie de mural, parabenizando os 4 vencedores/lutadores do dia.

Nessa brincadeira, com esse incentivo, as pessoas começam a levar a sério e querer mostrar sua própria evolução. A página #projetocarolbuffara reúne amadores e atletas profissionais, pessoas gordinhas querendo emagrecer e pessoas magrinhas querendo ganhar massa muscular. Tem de TUDO! E o gostoso é que a vibração de todos parece ser a mesma… a felicidade de dividir resultados e meios de alcançá-los. É inebriante! Impossível não se animar!

Carol tem prazer em estimular seus seguidores e compartilha dicas preciosas que passam a ser imediatamente perseguidas. Imagens de treinos ao ar livre, de corridas, de sucos e alimentos saudáveis…tudo vale para encorajar  seu púbico.

Imagem

Comunicativa por natureza, arrasta pessoas com sua simpatia. Particularmente, ela me cativou. Adoro suas dicas e passei a ter um incentivo a mais para ter aquela barriguinha dos sonhos. Eu chego lá!!! Rsrs

Se você tiver oportunidade, siga pessoas que tem como exemplo. Não é bobagem e sim uma maneira de reforçar sua força de vontade e aumentar sua determinação. Somos contaminados pelas mensagens que nos chegam e, quanto mais tivermos reforço positivo, melhor!

Bjuuu

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Lesão x Superação

Imagem

Gente, como eu já havia dito antes, postarei alguns testemunhos de pessoas que possam acrescentar algo na nossa eterna busca por superar limites e desafios. Hoje escolhi a história da Brena, 27 anos, educadora física. Ela faz parte do grupo “Correndo Para Cristo” e tem uma boa lição para nos repassar.

Aqui segue um exemplo para termos paciência com nosso corpo e tentarmos evoluir gradativamente. Não podemos querer correr mais do que nosso corpo pode suportar no início, pois sem um preparo físico, sem fortalecimento dos músculos usados na corrida, podemos facilmente nos lesionar. Lembrem-se sempre que corrida tem forte impacto, portanto, é necessário ter cautela.

Brena teve que ficar muito tempo sem correr por não ter respeitado a evolução nas corridas, apesar de ter um ótimo preparo muscular antes mesmo de começar a correr. Portanto, não é por que vc malha há muito tempo que poderá atropelar seus limites sem sequelas.

Paciência e disciplina são fundamentais!

Breninha, obrigada por dividir sua história de superação com a gente! Estou muito feliz por sua evolução nas corridas e por sua nova paixão pelas bikes! Nos encontraremos na Meia Maratona de Fortaleza, mas não nos 21Km (AINDA), pois nós aprendemos a evoluir aos poucos com sua história!!! 🙂

“(…)com alguns treinos e algumas provas, eu  logo estava correndo 5 km. Foi então que veio uma  corrida em que eu havia feito a inscrição para 4 km, mas ao ir buscar o kit, descobri que estava inscrita na de 8 km. Logo pensei assim:  quem corre 4 km pode correr 8 km.

É, realmente eu conseguir correr os 8 km, pois como o corpo estava ‘’quente’’ não dava para sentir dor nenhuma. Mas logo que acabou a prova, as dores começaram a surgir. Era como se minha perna tivesse quebrado, mas os dias foram passando e a dor diminuindo. Quinze dias depois , ali estava eu indo para mais uma prova de 5 km. A  prova deu inicio… comecei a correr e, aos 2,5 km de prova, a dor voltou. E dessa vez foi muito forte. Terminei a prova andando e chorando de dor. No final desse dia não conseguia nem colocar o pé no chão, eu tinha então certeza que havia fraturado o osso.

Fui a um ortopedista que logo disse se tratar de uma “Fratura por stress na Tíbia”, algo bem comum entre os praticantes de corrida. Não foi necessário nenhuma medicação , apenas era preciso descanso… três meses sem correr. Confesso que não consegui  esperar. Com um mês tentei correr na esteira, mas com menos de 2 minutos a dor voltou, foi então que percebi que teria que esperar os 3 longos meses.

Pronto! Os 3 meses se passaram e agora eu começaria a correr… só que não foi bem assim. Correr 1 minuto voltou a ser uma dificuldade, pois já não tinha mais a mesma resistência. Como nosso  grupo já estava correndo 10 km e eu não conseguia mais seguir o ritmo deles, veio então o desanimo.

Ao ver  as fotos do Grupo ,ali todo reunido, veio aquela vontade de correr novamente, vontade de sentir aquela sensação de cruzar a chegada, sensação de dever cumprido, sensação de que eu sou capaz, sensação que só quem cruza a chegada sabe. Enfim eu queria aquela sensação de novo na minha vida. Então graças ao nosso Deus, graças ao grupo, com o incentivo de cada um dos seus membros, eu estou voltando a treinar, depois de quatro meses.

Sei que não vai ser fácil, mas devagar eu vou superando os meus próprios limites, um quilometro de cada vez, sem querer pular nenhuma etapa!”

Brena Facundo

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.